domingo, 25 de julho de 2010

Procurar Evoluir


Fulana era uma menina um tanto introvertida: à poucos sorria, de fotos corria, novas amizades não fazia, lendo livros vivia, maquiagem não a seduzia, namoricos mantinha, pés descalços batia, vaidade não existia.

O tempo passou e seu verdadeiro 'eu' enfim aflorou: de casa saiu, na rua já dormiu, na família se achegou, inúmeros aniversários aproveitou, em churrascos se deliciou e até o sorriso no rosto brotou. 

Não para por aí: de flash não foge, final de semana em casa não pode, os livros engole, a família acolhe, maquiagem ainda não é o seu forte e o mau humor é que corre.

Já as amizades....bem, as amizades a dedos ainda escolhe!

Nenhum comentário: