sábado, 28 de julho de 2012

GPS



Apesar de não ser devota das tecnologias, sei que muitas vezes elas são importantíssimas. Afinal, o que seria do homem sem o computador? Dos médicos sem todos os seus equipamentos? Das fábricas sem os maquinários? E porque não dizer dos taxistas sem um GPS no carro?

-  Boa noite! Vou ficar na Avenida Fulano de Tal, por favor!
- Sim, senhora! (Diz o taxista, num tom despreocupado, por encontrar no GPS um respaldo)

Muitas vezes, por desorientação, seguimos o caminho oposto. É quando você joga fora a oportunidade de conseguir um emprego estável; Experimenta coisas que poderão lhe deixar num estado deplorável; Abre mão de um relacionamento estável ou pior: se entrega de bandeja ao acaso.

Bom seria se na vida pudéssemos recorrer a um GPS para nos dizer o caminho certo a percorrer. Não curse Psicologia, sua vocação é Pedagogia.  Não caia na lábia da Soninha, seu coração pertence à Lucinha. Rejeite a feijoada ou o mal estar lhe aguarda.

Ainda não existe GPS que nos aponte a direção certa. Enquanto isso, prestar bastante atenção antes de tomar algumas atitudes é tudo o que nos resta.

[Texto por: Luh Farias]

Nenhum comentário: