sábado, 18 de setembro de 2010

Mil e uma fases



Sou uma pessoa que vive de fases. São elas: alegres, temperamentais, irritadiças, amantes, impacientes, risonhas, sonhadoras, ansiosas, entre outras. Encontro-me em uma um tanto idosa. Quem foi que disse que no auge dos 20 aninhos de idade, por dentro , uma pessoa não pode ser pior que uma senhora de 70 anos?

Sou uma velha daquelas. Não acompanho o ritmo dos jovens da minha idade. Balada é coisa para gente vazia. E a tecnologia, coitada? Não me atrai em quase nada. Enquanto muitos querem ser presenteados com um celular ultramoderno ou um computador de última geração, eu me pergunto o porque de ser tão diferente. Me dê um dia de contato com a natureza e uma bela paisagem para apreciar que estarei feliz da vida. Zero quilômetro no dia seguinte.

E as redes sociais: orkut, formspring, twitter, msn e afins? Devo confessar: até já tive interesse um dia. Agora não mais. A única coisa que me seduz é esse blog.  Isso porque amo ler e escrever. Desabafo com o papel e a caneta. Passo para cá os meus escritos, o meu pensar, o meu sentir.

Simples assim.

Um comentário:

Alê disse...

Menina tu escreves muito bem, vou passar a acompanhar teu blog. Tu te importas? Seus escritos falam muito com as pessoas, nos leva a refletir sobre as pequenas coisas que passariam em branco. Continue a escrever, tu vai longe!