sexta-feira, 2 de abril de 2010

Feminista



Tenho um amigo que só se refere a minha pessoa como feminista radical. Já ouvi também de uma pessoa muito próxima - um homem, diga-se de passagem - em meio a uma conversa séria a seguinte concepção:  você é uma feminista, pode dizer que não, mas é. Será carma ouvir isso dos homens?

Sou feminista só porque não cedo aos caprichos masculinos? Porque abomino a idéia de ser submissa ao sexo oposto? Porque ainda não penso na possibilidade de ser mãe um dia? Porque não concordo com essa idéia de que só a mulher tem que cumprir com as obrigações domésticas enquanto o homem fica plugado na frente de uma tv sem bater um prego no sabão? Ou mais ainda, porque aplaudo de pé as mulheres que não dão mole para eles e ainda os põe no seu devido lugar?

- ABAIXA O TOM QUANDO FOR FALAR COMIGO!

A verdade é que os homens quando se deparam com uma mulher que segue essa mesma linha de pensamento que a minha se sentem ameaçados e tem medo de acabarmos com o seu soberano reinado. Pobre coitado.

Nenhum comentário: