segunda-feira, 22 de junho de 2009

Perguntas e Respostas

 
É sempre a mesma história. Basta você passar um bom tempo sem ver uma determinada pessoa e a pergunta está na ponta da língua. Pronta para ser disparada: 

- Como você está? Já casou?

Que mania esse povo tem de desejar que você se case, não? Podiam variar um pouquinho as perguntas. Ninguém quer saber se você já terminou os estudos, se tem uma formação ou até mesmo um emprego digno. Sonham em ver você casada, com uma penca de filhos, submissa ao marido e dona-de-casa, de preferência. No entanto, não nasci com essa vocação. Se nasci, ainda não me descobri. 

Casar? Não que eu veja isso como um bicho de sete cabeças, mas péra lá, não  é algo tão simples assim.

Ter filhos? Não estou preparada psicológicamente para isso. Acabar com o meu corpicho enquanto o homem fica lindo, belo e formoso desfilando por aí sem nenhuma celulite ou estria? Sem contar que ter filho significa perder a liberdade - coisa que eu prezo e muito - de sair para onde eu quiser, sem ter que se preocupar com chororô, com troca de fraldas, com as cólicas diurnas/noturnas e com a amamentação. Enquanto o homem fica dormindo feito um anjinho sem se importar com nada disso? Não mesmo.

E a comidinha da mamãe, onde fica? Ah, porque só ela sabe fazer aquela comidinha gostosa quando você acorda tremendo de fome. Tô mentindo?

E a roupinha lavada (também pela mamãe) ? Ou é voce que lava aquela roupa que esta dobradinha e limpinha na gaveta só esperando você usá-la para sair e se divertir?

São coisas seríssimas a se pensar!

Um comentário:

caracois disse...

amei!
tá lindo!
podia assinar por baixo! muito bom mesmo!
Laura